Who e whom: saiba quando e como usar corretamente

Estudar inglês é mais do que necessário, ainda mais em 2020, onde basicamente tudo o que fazemos tem como base a língua estrangeira. Muitos alunos, mesmo estudando constantemente, ainda se encontram em dificuldade para conseguir identificar, de maneira correta, qual é a diferença entre “who” e “whom”. Por isso, trouxemos uma explicação.

Para quem faz cursinho, pode até parecer fácil aprender inglês. No entanto, se você apenas lê e escuta o conceito de determinada aula ou matéria, mas não estuda ou faz exercícios de fixação, tem um problema: vai ser impossível lembrar depois. Então, se você quer sair desse loop, está na hora de tomar uma atitude e começar a estudar.

Who e whom em suas diferenças

Você sabia que até mesmo os nativos possuem dúvida quando o assunto são essas duas partículas da língua inglesa? Pois é. Na grafia, para eles, pode até não ser muito difícil, mas, quando chega o momento de falar utilizando as duas… Aí a coisa complica. Por isso, a prática escrita e vocal são essenciais para todo o processo de aprendizado. É hora de pegar um espelho e começar a conversar consigo mesmo.

Mesmo que não pareça, há uma grande diferença entre as duas palavras, mesmo que a grafia apenas acrescente um “m” no final da palavra. Sendo assim, tome bastante cuidado para aprender o seu real significado e não acabar se enrolando no final das contas. O ideal para entender como funciona a utilização de “who” e “whom” é saber o que é um sujeito, um objeto e a forma possessiva com a qual os pronomes se expressam.

Sujeito na frase (h3)
Assim como na língua portuguesa, o sujeito é aquele que será o agente ativo (que realiza a ação) ou o agente passivo (aquele que sofre com os resultados da ação). Por isso, no inglês, você também precisa ter essa noção para saber identificar quem é sujeito ali no meio. Veja alguns exemplos abaixo:

→ She loves french fries.
→ Ela ama batata frita.

→ We don’t like chinese food.
→ Nós não gostamos de comida chinesa.

→ The teachers like her
→ As professoras gostam dela.

Viu como fica bem mais fácil quando colocamos os exemplos na mesa? Saiba que essa é uma das melhores maneiras de praticar, principalmente quando você tiver a possibilidade de mesclar ações do seu cotidiano com as frases em inglês. Separe algumas expressões e tente traduzi-las para a sua língua nativa.

Who e whom

Quando usar who?
Agora que você entende um pouco melhor o que é um sujeito dentro da frase, está na hora de partir para um momento ainda mais importante: quando usar “who” e “whom”? Muito embora as palavras sejam muito parecidas, separadas por uma única consoante, elas realmente possuem significados e aplicações diferentes.
É válido saber que “who” é utilizado como pronome interrogativo, deixando a nossa compreensão acerca do termo muito mais fácil. Sabendo disso, você deve utilizá-lo sempre no início de frases para perguntar “quem” está fazendo alguma coisa ou em sentidos semelhantes. Veja, abaixo, alguns exemplos.
→ Who is going?
→ Quem vai?

→ Who paid for the meal?
→ Quem pagou pela refeição?

→ Who are you?
→ Quem é você?
Conseguiu perceber que todas as expressões utilizadas acima representam uma pergunta? Além disso, todas elas possuem o sentido de “quem”, ou seja, querem saber quem é o sujeito que está exercendo uma determinada ação ou simplesmente existindo. Ficar atento aos pequenos detalhes é o verdadeiro diferencial para não acabar se dando mal na hora de escrever ou falar.
Lembre-se: who é sempre utilizado como sujeito e, por isso, a resposta para todas as perguntas que foram mencionadas acima devem ter um sujeito. Observe:

→ Who paid for the meal? / → They paid for the meal.
→ Quem pagou a refeição? / → Eles pagaram pela refeição.
Outra dica muito importante para que você não se confunda é que “who” também pode ser utilizado no meio de frases, contanto que ainda se refira a “quem”. Essa é a maneira mais simples de entender como as coisas funcionam. Veja, abaixo, alguns exemplos para fixar.
→ Please let me know who will be going.
→ Por favor, me diga quem irá.

→ He doesn’t know who the boss of the company is.
→ Ele não sabe quem é o chefe da empresa.

Quando usar whom?

Agora que você já entendeu como as coisas funcionam para “who”, está na hora de compreender melhor sobre a funcionalidade de “whom”. Pode relaxar, não será tão difícil quanto parece. Lembre-se que “whom” também pode ser utilizado para fazer perguntas e, por isso, diferenciar seus significados é essencial. Veja exemplos:

→ With whom are you going?
→ Com quem você vai?

(Note que o sujeito não é “quem”, mas sim “você/you”)

→ To whom did they tell the gossip?
→ Para quem eles contaram a fofoca?
(O sujeito é “they” e “whom” é apenas objeto)

→ Whom are you going to invite?
→ Quem você vai convidar?
(“You” é o sujeito da frase)

Consegue perceber a diferença? É por isso que o conhecimento da gramática inglesa e portuguesa se faz mais do que necessário. Conseguindo diferenciar o sujeito da frase, você consegue saber exatamente qual é o momento certo de utilizar “whom”. Por isso, sempre que houver dúvida, faça a pergunta ao predicado para ter certeza do que está escrevendo. Evite passar vergonha na hora de escrever e sempre tente pronunciar o “m” do final, para não acabar confundindo o ouvinte.

Também veja sobre o Sibutramin.

Dica
Para que você não fique na dúvida, pense na diferença entre “I” e “me”, “he” e “him”, “she” e “her”. Sempre que você estiver na dúvida para a aplicação correta dos dois termos aprendidos recentemente, faça uma substituição. Reescreva a frase trocando “who” ou “whom” por um pronome. Veja exemplos:

→ Jack is the boy who wants to go.
→ Jack é o menino que quer ir.
→ He wants to go.
→ Ele quer ir.

Viu como fica bem mais simples? Assim, você consegue eliminar qualquer que seja a dúvida a respeito.

Deixe uma resposta